Home / Comunicação

Notícias

Home / Comunicação

Notícias

Justiça de Proximidade tem aprovação do público do Judiciário

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Presidente do TJMA, desembargador Paulo Velten, constatou satisfação de servidores (as) e das pessoas que somaram mais de 300 atendimentos pelo Registro Cidadão

Falar, ouvir, sugerir, colaborar. A prática de verbos que geram a interação leva o programa Justiça de Proximidade a conquistar, cada vez mais, a admiração de quem trabalha no Judiciário maranhense e de quem é atendido pelo Poder, como as pessoas que somaram mais de 300 atendimentos pelo projeto Registro Cidadão, nas comarcas de Dom Pedro, Presidente Dutra, Colinas e São Domingos do Maranhão, nesta semana. Aprovação em razão da participação direta, presencial, da alta administração, inclusive do presidente do Tribunal de Justica do Maranhão, desembargador Paulo Velten.

“Não fomos nós que fomos a São Luís, mas, sim, o Tribunal que veio até nós. Isso demonstra que a Presidência do Tribunal está engajada, realmente, em melhorar o serviço, em engrandecer o Judiciário e também dignificar seus servidores, seus juízes”, avaliou o juiz Clênio Corrêa, em São Domingos do Maranhão.

Em conversa com servidores e servidoras da comarca, o presidente do TJMA reforçou que o programa se propõe a levar a administração central do Tribunal para as unidades do interior do estado, a fim de olhar de perto o trabalho, reconhecer os acertos, ouvir críticas e colher sugestões, para melhorar a interlocução, promover a valorização e o bem-estar de quem trabalha no Judiciário, resgatando a consciência do papel social da Justiça e prestando serviços ainda mais satisfatórios à população, bem e depressa.

“Fico muito feliz de ver – e a gente nota -, claramente, uma unidade que está funcionando, prestando um serviço importante à sociedade, com um juiz presente na comarca. Isso muda, totalmente, a realidade. A gente olha no semblante de vocês que estão aqui para produzir o melhor possível”, elogiou Paulo Velten.

“O TJ vir às comarcas, isso é de suma importância para a gente. E quando o senhor faz isso, a gente se sente muito importante para o TJ. Isso é muito bom e a gente reflete para os nossos jurisdicionados. Isso é maravilhoso”, respondeu a técnica judiciária Aline Moreira, destacando o atendimento recebido pelos(as) profissionais de todos os setores do Tribunal no próprio local.

“Tinha sistema que a gente nem conhecia, então é importantíssimo isso para a gente”, complementou a técnica judiciária Graziella Morais, que ainda sugeriu a realização de cursos sobre os programas atualizados pela Informática do TJMA.

PROXIMIDADE

Posta em prática, a atuação do programa Justiça de Proximidade agiu em mutirão para oferecer melhores condições de trabalho em mais essas quatro comarcas. Da reforma, susbtituição de peças à pintura dos prédios; da susbtituição de móveis, aparelhos de ar condicionado e computadores por outros novos à duplicação da velocidade de internet; da triagem de enfermagem à consulta médica por videoconferência.

E da atenção, com a transmissão de conhecimentos sobre prevenção, direitos, deveres e metas, por meio das palestras “Planejamento Estratégico TJMA/Prêmio CNJ de Qualidade 2023”, RH Itinerante e “Difusão da Cultura de Segurança Institucional”.

COLINAS

No Fórum de Colinas, o presidente voltou a se reunir com servidores e servidoras e falou sobre os benefícios proporcionados pela interação, para aprimorar a ambientação de trabalho, promover investimentos de estrutura e tecnologia, lembrando da aquisição recente de um novo datacenter pelo Judiciário estadual, tudo aliado à valorização de pessoal e à melhor prestação de serviços aos cidadãos e cidadãs.

A técnica judiciária Helenilde Oliveira, que trabalha em Colinas desde 1983, acompanhou a evolução do Judiciário ao longo do tempo e disse que nunca havia vivenciado uma experiência como a do Justiça de Proximidade. “É a gente fazer parte, ser bem mais incluído, mais aproximado, muito interessante, gostei”.

“Pra nós, servidores da Comarca de Colinas, foi maravilhoso, porque nós tínhamos falta de muita coisa e nós desconhecíamos alguns assuntos. Com a vinda desse projeto de proximidade, nós aprendemos muita coisa do planejamento estratégico, segurança e tivemos, também, consulta com a médica”, relatou a secretária judicial Jessonita Noleto.

“O jurisdicionado é o nosso principal objetivo de atendimento. Nós trabalhamos para atender as necessidades do jurisdicionado. Então, essa proximidade da Presidência do Tribunal de Justiça e de sua diretoria, de todos os órgãos, conosco aqui do primeiro grau, é fundamental para que nós possamos desenvolver melhor esse trabalho”, finalizou o juiz de Colinas, Sílvio Nascimento. 

PRESIDENTE DUTRA

O presidente e equipe de juízes auxiliares ainda visitaram o Fórum da Comarca de Presidente Dutra. Durante a visita, o presidente também conversou com os servidores e servidoras da comarca sobre o processo de interação presencial da alta administração com o público interno e colheu demandas e sugestões da equipe. 

A juíza titular da 1ª vara, Michelle Amorim Sancho, mesmo de férias, participou de todo o momento, por meio de videoconferência, e anunciou a entrega de presentes, feita  por internos de Presidente Dutra, como parte do projeto de ressocialização: réplicas de um carro e uma caravela.

“Olha aí, rapaz, que beleza. Parabéns, viu. Muito obrigado”, agradeceu Paulo Velten, que depois cumprimentou os internos.

VANTAGENS 

Por todas as comarcas, o presidente Paulo Velten destacou o esforço dispendido pelo Judiciário, desde o final do ano passado, para oferecer mais vantagens na remuneração de servidores(as); enumerou os aumentos concedidos nos auxílios saúde (12%), alimentação (20%), creche (12%) e bolsa de estudos (de 50% para 70%), além da conversão de parte da licença-prêmio em pecúnia (dinheiro).

Também anunciou a abertura de edital para oferta de bolsas de estudos, estudo para inclusão de reajuste na proposta orçamentária de 2024, sequência de novas etapas da implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV), além do pagamento da Gratificação por Produtividade Judiciária (GPJ), já em abril próximo.

Acompanhado dos juízes auxiliares da Presidência, José Nilo Ribeiro e Márcio Brandão, além do diretor de Engenharia, Patrício Lima, percorreu e vistoriou todas as dependências dos fóruns, conversou com magistrado(as), advogados(as), procuradores de municípios da região e com o prefeito de Fortuna, Sebastião Costa Neto.

REGISTRO CIDADÃO

O Registro Cidadão encerrou sua participação no programa Justiça de Proximidade na Comarca de São Domingos do Maranhão e também recebeu a visita do presidente Paulo Velten, que parabenizou servidores(as) e conversou com pessoas que estavam sendo atendidas.

O projeto combate o sub-registro, com emissão gratuita de registros tardios de nascimento e de óbito, reconhecimento de paternidade, além de segunda via de certidões de nascimento e de casamento. A avaliação da população foi positiva.

“Minha mãe me indicou, porque foi anunciado, e eu estou achando muito bom, por ser muito rápido, e ele está sendo muito gentil”, relatou a representante comercial Michelane Lima, que solicitou três serviços ao Registro Cidadão.

“Maravilhoso, tudo perfeito”, elogiou a cuidadora Lindalva Rodrigues Neta, que foi requisitar a segunda via da certidão de óbito do parente de um vizinho.

Veja álbuns de fotos atualizados do programa Justiça de Proximidade em São Domingos do Maranhão e Colinas.

Fonte: Agência TJMA de Notícias

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Logo-Arpen-BR-MA