Home / Comunicação

Notícias

Home / Comunicação

Notícias

Analistas avaliam desafios da multiparentalidade e parentalidade socioafetiva

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assistentes sociais e psicólogos(as) discutem sobre novos modelos de família e atuação da área psicossocial do TJMA

Profissionais que atuam na área psicossocial do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), iniciaram, nesta segunda-feira (23), o VII Encontro de Assistentes Sociais e Psicólogos(as) do Judiciário. O evento, promovido pela Escola Superior da Magistratura (ESMAM), prossegue até 25 de outubro, no Fórum de São Luís Calhau, com oficinas e minicursos, das 8h às 12h e das 14h às 18h. 

Com abordagens interdisciplinares, na sua sétima edição, o encontro tem o propósito de explorar amplamente as formas de organizações familiares contemporâneas, incluindo as famílias monoparentais, reconstituídas, multigeracionais, multiespécies, dentre outras. 

Na abertura do evento, a coordenadora da Infância e Juventude do TJMA e vice-diretora da ESMAM, desembargadora Sônia Amaral, ressaltou a importância do trabalho dos(as) analistas judiciários(as) destas áreas especializadas na resolução de conflitos judiciais, principalmente nos processos que envolvem a garantia dos direitos de crianças e adolescentes. Ela enfatizou sobre a necessidade de atualização constante das habilidades e conhecimentos dos profissionais para atender às demandas das famílias contemporâneas.

Citando o psiquiatra britânico Theodore Dalrymple e o economista estadunidense Thomas Sowell, a magistrada disse que qualquer discussão sobre família deve passar pelos filtros da liberdade e da realidade, pois a norma jurídica, por sí só, não comporta a realidade social, que está constantemente em movimento.

Também estiveram presentes o diretor do Fórum, Raimundo Nonato Neris; Fabrícia Carvalho, presidente do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS-MA); e Silvia Regina Moreira Vale, representando o Conselho Regional de Psicologia (CRP – 22ª Região).

Desafios 

A palestra magna, aberta ao público, tratou sobre Família e Sociedades Contemporâneas: explorando os desafios, a multiparentalidade e a parentalidade socioafetiva. O painel temático foi ministrado pela advogada Teresinha Marques Vale  (Instituto Brasileiro de Direito da Família – IBDFAM-MA), a assistente social do TJSP, Luciana Prates, e o psicólogo Lindomar Expedito Silva Daros (Conselho Consultivo da Associação dos Assistentes Sociais e Psicólogos da Área Sociojurídica do Brasil – AASPSI). A psicóloga Arlinda Reis coordenou a mesa.

Os especialistas analisaram os desafios e as oportunidades enfrentadas pelos pais e mães em novos modelos de família, incluindo questões de guarda, visitação, apoio financeiro e co-parentalidade. 

Outro ponto ressaltado foram as questões éticas específicas que os assistentes sociais e psicólogos podem enfrentar ao trabalhar com famílias em evolução, como a necessidade de neutralidade e imparcialidade. 

A assistente social Dalva Góis, consultora do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) abre, na manhã desta terça-feira (24), as discussões sobre como essas diferentes configurações afetam o bem-estar das crianças e dos adultos envolvidos e a prestação jurisdicional. 

Dalva Góis também tratará sobre o trabalho desenvolvido pelas assistentes sociais nas Varas de Família em ações que envolvem diretamente as formas de convívio familiar, examinando as implicações legais dos novos modelos de família, questões de guarda, adoção, direitos de propriedade e sucessão.

Durante os minicursos especializados, os(as) profissionais discutirão sobre as práticas em psicologia jurídica e a importância do trabalho interdisciplinar nas intervenções com famílias em conflito, tema a ser ministrado pela psicóloga Clínica e Jurídica, Fernanda Hermínia Oliveira Souza.

Ainda sob a abordagem psicológica, será analisada a importância do trabalho do Instituto de Perícias para Crianças e Adolescentes (IPCA-MA), com participação da equipe formada pela psicóloga Simone de Miranda Rodrigues, a assistente Social Conceição Diniz e o psicólogo Alexsandro Oliveira, que discutirão estratégias para identificar e intervir em casos de violência doméstica e abuso infantil em diversos contextos familiares.

Veja AQUI, o álbum completo do evento, com fotos de Ribamar Pinheiro 

Fonte: TJMA

Compartilhe está notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Buscar no site

Notícias Recentes