SEMINÁRIO DE REGISTRO CIVIL CAPACITA REGISTRADORES MARANHENSES

Foi realizado nos dias 18 e 19 de julho o 9º Seminário Nacional do Registro Civil e o 2º Seminário Estadual do Registro Civil do Maranhão realizado pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (ARPEN Brasil) e pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Maranhão (ARPEN Maranhão).

O evento, destinado a todos os registradores civis do estado e juristas é mais uma iniciativa para reunir os registradores civis do Maranhão e qualificá-los com conteúdos atuais para a área do registro civil, inteligência emocional e atendimento humanizado através de palestras e de um minicurso.

O evento teve o apoio do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão (TJ/MA), da Corregedoria Geral de Justiça (CGJ/MA), do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil – Seção Maranhão (IEPTB-MA) e da Associação dos Titulares de Cartórios do Maranhão (ATC/MA).

Participaram da abertura do evento o Presidente do IEPTB-MA, Paulo de Tarso Guedes Carvalho, além do Presidente da ARPEN-MA, Devanir Garcia; o Presidente da ARPEN BR, Arion Toledo Cavalheiro Júnior; a juíza auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça, que na ocasião estava representando o Desembargador Marcelo Carvalho Silva, Maria Francisca Galiza; o Desembargador Jamil Gedeon, Presidente do Fundo Especial de Registro Civil de Pessoas Naturais; a juíza diretora do Fórum de São Luís, Diva Maria de Barros Mendes; a juíza auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão, Jaqueline Reis Caracas e a vice-presidente da Associação dos Titulares de Cartórios do Maranhão, Mirella Brito Rosa.

Devanir Garcia, presidente da ARPEN-MA, destacou a importância do evento para a união e crescimento técnico da classe dos registradores civis maranhenses. “Esse encontro vem para nos unir, para nos fortalecer muito mais. Nesses dois dias de evento, teremos palestras muito importantes e que irão engrandecer ainda mais a nossa classe. Esse evento vem para que os registradores civis prestem um serviço de qualidade para a sociedade maranhense”, frisou.

O evento contou com palestras de alto nivel, como a da registradora civil do estado de Minas Gerais, Márcia Fidelis Lima. Ela proferiu a palestra “Reconhecimento de Paternidade ou Maternidade Socioafetivo”. Também a juíza auxiliar da CGJ/MA, Jaqueline Reis Caracas, participou do evento, falando sobre “Os Provimentos da Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão como medidas de desjudicialização”.

O evento também ofereceu o minicurso “Grafotécnica e Documentoscopia: procedimentos para a conferência de assinaturas e análise de documentos para evitar fraudes nas serventias extrajudiciais” ministrado pela perita criminal de Minas Gerais, Wanira Oliveira de Albuquerque.

Outras palestras sobre atendimento de excelência e temas afetos ao Registro Civil também foram oferecidas, para satisfação dos participantes e de todos os usuários do serviço.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *